/

lyrics

Nunca pensei que seria tão difícil
escoltar cada gesto que merecia mais.
De vez em quando eu encontro
Mais um canto pra sorrir
Atrás de um muro que
Só sobe mais
Cada vez mais destoa minha cidade.
E a estrada tende a soltar minhas mãos
Quando não quero mais soltar
E não vou soltar, não vou soltar.

E eu não quis mais saber de mim
E acha graça dos sorrisos que pulam
Do andar mais alto e se despedaçam
Antes de bater no chão
Me perguntou se eu era forte
Respondi que sim, mas eu menti
Sorriu e disse que era sorte
Não precisar mais discutir
Eu digo que não

credits

from Do desespero eu fiz a paciência, released September 26, 2016

tags

license

all rights reserved

about

Farol Cego Curitiba, Brazil

contact / help

Contact Farol Cego

Streaming and
Download help